Message

Operacionalizar e dinamizar ações de intervenção psicossocial e psicoeducativa

Topo
Curso Técnico Superior Profissional

Psicogerontologia

Departamento de Psicologia e Educação

Coordenação

Víctor José Reis

O Curso de Psicogerontologia, visa preparar técnicos profissionalmente qualificados que, de forma autónoma ou integrada numa equipa, possam assumir funções específicas no âmbito da operacionalização e dinamização de ações de intervenção psicossocial e/ou psicoeducativa, com vista à promoção e proteção da saúde, do bem-estar, da qualidade de vida, da atividade autónoma e da inclusão social do idoso.

O técnico especialista superior de Psicogerontologia apresenta-se como um elemento preponderante da configuração de equipas multiprofissionais e interdisciplinares que atuam no âmbito da prestação de cuidados a pessoas idosas, nomeadamente em função do seu perfil de conhecimento e de competências que possibilitam a atuação junto dos idosos, dos seus cuidadores e das suas famílias, bem como da sua perspetiva de ação orientada para a compreensão dos processos de saúde, de desenvolvimento e de adaptação dos indivíduos, segundo lógicas de prevenção, tratamento e reabilitação.

Modalidade

Blended Learning

Objetivos

  • Desenvolver e implementar ações e programas de intervenção e promoção do envelhecimento ativo;
  • Desenvolver ações e programas de intervenção, de apoio e de formação pessoal, social e educacional do geronte e/ou dos seus cuidadores, em instituições e/ou serviços ligados população sénior;
  • Desenvolver ações de promoção da saúde, do bem-estar e da qualidade de vida do geronte;
  • Desenvolver ações de intervenção psicossocial e psicoeducativa com vista à promoção e proteção da atividade e inclusão social do geronte;
  • Planear e operacionalizar atividades de preparação e de adaptação à reforma e de gestão e motivação para a aprendizagem ao longo da vida;
  • Dinamizar redes de comunicação com públicos diversificados e de diferentes comunidades que viabilizem um suporte psicossocial a gerontes e seus cuidadores;
  • Promover a inclusão social do geronte na comunidade.

Competências

  • Conhecimentos fundamentais das teorias, processos e fatores de desenvolvimento psicológico do ser humano;
  • Analisar, avaliar e acompanhar o desenvolvimento psicológico do ser humano;
  • Demonstrar capacidade para trabalhar em equipa, respeitando as competências profissionais de cada um dos intervenientes;
  • Preparar, organizar e implementar programas de promoção de qualidade de vida e de bem-estar na saúde e na doença;
  • Preparar e organizar ações psicoeducativas com vista na facilitação dos processos de transição de vida e de adaptação mudança (reforma) e perda (luto);
  • Planear e promover estratégias de comunicação participativas com os gerontes, os seus cuidadores e a comunidade envolvente;
  • Conhecimentos especializados das técnicas, processos e respostas de apoio psicossocial a gerontes e aos seus cuidadores formais e informais;
  • Conhecimentos especializados ao nível das dinâmicas familiares e sociais que decorrem do envelhecimento da população portuguesa;
  • Conhecimentos fundamentais de legislação e de políticas sociais relativas proteção e incluso social de idosos;
  • Analisar, avaliar e acompanhar o desenvolvimento psicológico do ser humano;
  • Preparar, organizar e implementar programas de promoção de qualidade de vida e de bem-estar na saúde e na doença;
  • Explorar e desenvolver dinâmicas relacionais, familiares e institucionais que promovam a saúde, a qualidade de vida e o bem-estar dos gerontes;
  • Identificar e avaliar os principais sintomas e síndromes psicopatológicos mais comuns nos idosos, em ordem a potenciar a sua saúde mental e proceder ao encaminhamento mais especializado;
  • Planear e executar atividades promotoras do bem-estar físico, mental e social da pessoa idosa em diferentes contextos;

Plano Curricular

1º ANO

  • Psicologia do Desenvolvimento 
  • Psicologia Social e das Relações Interpessoais 
  • Metodologias de Investigação 
  • Intervenção Psicoeducativa 
  • Direito e Gerontologia 
  • Economia Social e Empreendedorismo 
  • Introdução à Psicogerontologia 
  • Psicossociologia do Envelhecimento 
  • Introdução à Psicopatologia no Envelhecimento 
  • Educação para a Saúde e Qualidade de Vida no Envelhecimento 
  • Políticas Sociais e de Inclusão do Idoso 
  • Introdução à Informática Aplicada ao Geronte 
  • Intervenção Comunitária no Envelhecimento 
  • Prestação de Cuidados de Saúde ao Geronte 

2º ANO

  • Atividade e Qualidade de Vida no Envelhecimento 
  • Nutrição, Lazer e Desenvolvimento de Atividades Físicas 
  • Oficinas de Prevenção, Estimulação e Reabilitação do Idoso 
  • Programas de Intervenção no Envelhecimento 
  • Ateliê de Dinâmicas de Promoção do Bem-estar no envelhecimento 
  • Psicologia da Saúde 
  • Estágio

Requisitos de Acesso

De acordo com o disposto no artigo 40.º-E do Decreto-Lei n.º 63/2016, de 13 de setembro, podem candidatar-se ao acesso a um CTeSP, aqueles que reúnam as seguintes condições:

  • Os titulares de um curso de ensino secundário ou de habilitação legalmente equivalente;
  • Os que tenham sido aprovados nas provas especialmente adequadas, destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior dos Maiores de 23 anos, realizadas, para o curso em causa, ao abrigo do disposto no Decreto-Lei n.º 64/2006, de 21 de março, alterado pelos Decretos-Leis 113/2014, de 16 de julho, e 63/2016, de 13 de setembro.
  • Podem igualmente candidatar-se ao acesso aos cursos técnicos superiores profissionais os titulares de um diploma de especialização tecnológica, de um diploma de técnico superior profissional ou de um grau de ensino superior.

Condições de ingresso

Reúnem condições para ingressar num CTeSP:

  • Aqueles que cumpram o estabelecido nas alíneas a) ou c) do artigo 6.º do presente regulamento na(s) área(s) relevante(s) de cada CTeSP.
  • Aqueles que cumpram o estabelecido na alínea b) do artigo 6.º do presente regulamento.
  • Os candidatos referidos na alínea a) ou c) do artigo 6.º do presente regulamento em área(s) não relevante(s) para o CTeSP a que se candidatam, desde que aprovados em Prova de Avaliação de Conhecimentos, de acordo com o estabelecido no artigo 9.º do presente regulamento.
  • Compete ao júri de cada CTeSP, definido no artigo 10.º do presente regulamento, a verificação da observância das condições de ingresso.

Documentação necessária:

  • a) cópia autenticada do certificado de habilitações
  • b) curriculum vitae
  • c) número completo de Identificação Civil
  • d) número completo de Identificação Fiscal
  • e) fotografia tipo passe, devidamente identificada

A conclusão de um CTeSP confere um diploma de técnico superior profissional equivalente ao nível 5 do Quadro Nacional de Qualificação.

Informação Prática

Horário

De segunda a sexta-feira:

  • regime laboral (entre as 09:30 e as 18:00)
  • regime pós-laboral (entre as 18:30 e as 23:00)

A abertura do curso em cada um dos regimes dependerá do número de candidatos a cada um.

Vagas

15 a 20 vagas

Propinas

  • € 1440,00 Anual ou € 120,00 Mensal

Emolumentos:

  • € 100,00 Candidatura
  • € 150,00 Matrícula Anual

ECTS

120

Candidatura

Candidaturas abertas



Partilhe nas suas redes sociais:

Topo