Message



Antiga aluna de Comunicação

Liliana Oliveira


Publicado a: 2 Setembro 2013

LILIANA OLIVEIRA é natural de Águeda, onde cresceu e estudou até decidir ingressar no ISCIA, primeiro no Bacharelato de Jornalismo e depois na Licenciatura em Comunicação Institucional. Bolseira de doutoramento pela Fundação para a Ciência e Tecnologia, Liliana Oliveira está a fazer o doutoramento em Ciências da Comunicação / Estudios Sociales de la Ciência y la Tecnología, nas Universidades do Minho e de Salamanca. Paralelamente, esta antiga aluna do ISCIA é, há quase 12 anos, técnica de comunicação nos Serviços de Comunicação, Imagem e Relações Públicas da Universidade de Aveiro, na área de Assessoria de Comunicação.

O que guardam da vossa experiência no ISCIA?
O ambiente no ISCIA foi sempre bastante salutar. Existe uma grande proximidade entre alunos e professores, facilitando todo o processo de aprendizagem, e uma grande camaradagem entre os alunos. Tenho ótimas recordações desses tempos. Tive o privilégio de realizar o meu estágio curricular no Gabinete de Comunicação do Instituto, coordenado na altura pela Dra. Helena Valente. Recordo com imensa saudade os meus tempos nessa casa e todo o companheirismo, solidariedade, amizade e respeito entre colegas.

O curso correspondeu ás expectativas? Por quê?
Eu gostei muito do meu curso e da forma como correu toda a parte letiva. Tive professores cum um elevado nível de profissionalismo e uma grande competência pedagógica e cognitiva. Eram na sua grande maioria grandes conhecedores da realidade do mercado e das práticas que se exerciam na altura, graças ao facto de exercerem, quase todos eles, uma atividade profissional paralela na área que estavam a lecionar. Olhando para trás, posso fazer um balanço bastante positivo da formação que recebi. Durante o curso, foi-nos oferecida sempre uma perspetiva do que poderia servir na prática toda a teoria que estávamos a aprender e nunca me senti menos preparada que os meus colegas que frequentaram cursos idênticos noutros estabelecimentos de ensino.

Que impacto teve o curso a nível profissional?
Eu comecei a trabalhar na área ainda antes de terminar o curso, por isso, na verdade, não foi a conclusão do curso que mudou a minha vida. Mas sinto que sem os conhecimentos, as competências e as vivências que pude experienciar durante esses anos não seria uma profissional tão completa. Nós temos sempre muito a aprender com a vida, e a experiência é importantíssima, mas não posso descurar a importância de tudo aquilo que aprendi no ISCIA. Podemos ser bons profissionais, mas com certeza seremos melhores profissionais com uma formação específica na área e com o acesso a perspetivas diferentes de quem já tem experiência no ramo. É bastante salutar a troca de experiências com outros profissionais da área, seja entre outros alunos (trabalhadores-estudantes) seja com os próprios professores.

Valeu a pena investir na formaçâo académica?
Sem dúvida que sim. Para além das competências práticas, eu penso que a passagem pelo ensino superior torna-nos seres mais pensantes, mais reflexivos e mais conscientes do nosso papel no mundo. Podemos estar desempregados mas temos as competências necessárias para, inclusivamente, nos podermos adaptar a outras realidades.


Partilhe nas suas redes sociais:

Próximos Eventos


Topo