Message

A Música como elemento terapêutico

Topo
Formação Continua

Musicoterapia

Departamento de Psicologia e Educação

Coordenação

Vitor Reis

PORQUÊ ESCOLHER ESTA FORMAÇÃO?

A Musicoterapia, como terapia não-verbal, é um instrumento de muita utilidade nos diversos contextos, desde a área do ensino e formação ao acompanhamento e reabilitação de crianças, jovens ou idosos com necessidades específicas.

DESTINATÁRIOS

Este curso destina-se a professores, educadores, assistentes sociais, educadores sociais, músicos, terapeutas, estudantes e outros interessados por esta temática.

METODOLOGIA DE ENSINO

A formação constará de exposição teórica e exemplificação de métodos e técnicas, sempre em diálogo e com a participação ativa dos formandos.

METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO

Assistência e participação obrigatória a 100% da formação.

FORMADOR

Norberto Faria, Professor de Filosofia, Músico, Compositor e Musicoterapeuta

DURAÇÃO DO CURSO

25 horas

 

Modalidade

Presencial

Objetivos

OBJETIVOS GERAIS

Dar a conhecer aos formandos os aspetos teóricos e as práticas da musicoterapia.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Consciencializar para os benefícios da música e da musicoterapia em particular;

Tomar contacto com investigações das neurociências relacionadas com os efeitos da música no Ser Humano;

Distinguir a musicoterapia de outras áreas musicais;

Dar a conhecer as diferentes aplicações da musicoterapia;

Desenvolver competências para integrar a música na prática profissional e no dia-a-dia dos formandos;

Vivenciar, em grupo, as principais técnicas utilizadas em Musicoterapia.

Requisitos de Acesso

Documentação necessária:

a) curriculum vitae

b) número completo de Identificação Civil

c) número completo de Identificação Fiscal

Informação Prática

Horário

A definir em função dos candidatos interessados.

Vagas

20

Propinas

€ 100,00 -  valor único

Candidatura

Candidaturas abertas


Pedir Informações

Candidatar-me!

A candidatura/inscrição no curso que pretende, implica uma taxa de inscrição no valor de 25€, valor que será descontado no valor global do curso, caso efetive a sua participação no mesmo.

No caso de não haver candidatos suficientes para constituir uma turma nas datas previstas, este valor ser-lhe-á devolvido.
No caso de se inscrever e não frequentar a ação prevista, e de acordo com o regulamento em vigor no ISCIA, não existe lugar à devolução das verbas pagas.


Partilhe nas suas redes sociais:

Topo