Message

Auditório (56) Segurança (43) alunos (37) Mar (32) Proteção Civil (24) Aveiro (21) Conferência (20) Portos (17) DESRI (16) Marinha (15) Bombeiros (15) Livro (14) AEISCIA (14) DETMAR (12) Cursos (12) Workshop (11) Lisboa (11) Protocolo (11) Riscos (10) Mare Liberum (9) Seminário (9) Testemunho (8) Segurança Comunitária (8) Porto (8) ISN (8) Aula aberta (8) Comunicação (8) Finalistas (8) OCRI (7) PSIED (7) Encontro (7) Caloiros (7) IDN Timor-Leste (6) Surf (6) Hidrográfico (6) Exponor (6) Geopolítica (6) Ílhavo (5) China (5) Brasil (4)

Armando Teixeira Carneiro

La cultura y los media en Portugal


1 Março 2016

(un análisis interpretativo) [1]
Armando Teixeira Carneiro [2]

Portugal y su mundividencia

Armando Teixeira Carneiro

Uma Visão Geopolítica do Espaço da Língua Portuguesa


16 Setembro 2015

Pretendemos demonstrar, numa perspectiva geopolítica, a relevância de Portugal como Estado-nação integrado numa União Europeia mas cuja vocação transoceânica é iniludível. Portugal integrado na União Europeia, de pleno direito e no seu próprio interesse, mas sem desprezar as mais valias que possui em termos de projecção para outras terras, outras gentes, tendo que ser o próprio a assumir as suas valências.

Armando Teixeira Carneiro

Un nuevo mito de Theuth


11 Setembro 2015

Este texto es un aggiornamento de un texto de hace años presentado en un congreso salmantino sobre comunicación. Es curioso reanalizar los textos años después de hechos. Los que siguen hodiernos deben ser rejuvenecidos. Los demás a la hoguera del olvido.

BREVE EXCURSUS NO MUNDO DA EDUCAÇÃO

DO SÍLEX AO SILÍCIO


13 Julho 2015

BREVE EXCURSUS NO MUNDO DA EDUCAÇÃO1

Entre a cortina e a vidraça

Jucunda AGUSTINA


27 Abril 2015

O Senhor nos livre dos pensamentos bons,
eles arrastam os outros.
Agustina Bessa-Luís, Eugénia e Silvina

Censura a três cores e outras censuras

1962: O ANO DA «RUA 31 DE SANTO ANTÓNIO»


25 Abril 2015

«O ilustre deputado é um dos caudilhos do partido republicano, e a revolta de 31 de Janeiro é obra, infausta obra, desse partido.»
Discurso de António Cândido, proferido na Câmara dos Deputados, na sessão de 11 de Março de 1891, em resposta a Manuel de Arriaga.

«Deram-lhe liberdade, oh! fartaram-no [povo] de liberdade. Tão-somente não o ensinaram a estimá-la e a defendê-la.»
Manuel Laranjeira, in «Pessimismo nacional» (O Norte, Dezembro de 1907 e Janeiro de 1908).

Ângela Seixas

A Proteção Civil nas sociedades atuais e a pertinência de uma adequada formação neste domínio


21 Abril 2015

O nível crescente de desenvolvimento que caracteriza, de uma forma geral, as sociedades, é acompanhado também por uma crescente exigência de segurança por parte das pessoas.

Esta ideia acompanha uma importante mudança de paradigma nas sociedades contemporâneas, resultante da substituição de uma visão semi-fatalista e reativa, que vê a catástrofe como uma inevitabilidade a que só podemos reagir, por uma perspetiva assente na segurança, colocando importantes e crescentes desafios à Proteção Civil.

Costa Carvalho

Comunicação e Medicina


21 Abril 2015

PASSA PELO TACTO TODO O CONTACTO

Razão é que por todas as vias se acuda à conservação; mas como somos compostos de carne e sangue, obre de tal maneira o racional, que tenha sempre respeito ao sensitivo. Tão ásperos podem ser os remédios, que seja menos feia a morte, que a saúde. Que importa a mim sarar do remédio, se hei-de morrer do tormento?
Padre António Vieira (Sermão de Santo António).

Topo